Tag Archives: Graça Franco

As opiniões que interessam estão na Renascença

Opiniões que interessamA Renascença vai estar no ar, a partir da próxima 2ª feira, com uma campanha publicitária onde reafirma o seu posicionamento mais noticioso e onde  apresenta o seu novo painel de comentadores: Pedro Santana Lopes, António Vitorino, Domingos Paciência, Rui Miguel Tovar, Pedro Azevedo, Raquel Abecasis, Jacinto Lucas Pires, Henrique Raposo, Vera Jardim, Nuno Morais Sarmento, João Taborda da Gama, Francisco Assis e Graça Franco.

Com o claim “Opiniões que interessam”, a campanha revela os vários protagonistas que, desde a política ao desporto, passando pela sociedade, têm um papel preponderante no explicar daquilo que se passa no mundo, abordando os temas da actualidade e respondendo às questões mais relevantes do dia.

Para Pedro Leal, Director-Geral de Produção da Renascença:Com este grupo de comentadores, a Renascença aposta na opinião livre, com pensamento próprio e afastada de lógicas sectoriais. A opinião da Renascença é um espaço de reflexão independente, atenta e contemporânea”.

A campanha estará presente em Rádio, Televisão, Imprensa, Mobiliário Exterior, Digital e Redes Sociais.

Veja aqui os 2 spots de Televisão que irão para o ar a partir da próxima 2ª feira: Renascença Comentadores 1 e Renascença Comentadores 2.

 

DESTAQUES:

 

Manhã da Renascença

Logo de manhã, no programa conduzido por Carla Rocha, entre as 6h30 e as 10h, estará uma equipa alargada de comentadores que vão abordar e debater as questões mais relevantes do dia, como Raquel Abecasis, Henrique Raposo, Jacinto Lucas Pires, João Taborda da Gama e Francisco Assis.

O Final da tarde

Como os ritmos de vida são cada vez mais diversos, o programa de fim da tarde da Renascença arranca às 17h e prolonga-se até às 20h30. Um espaço marcado pelo essencial das notícias e análise do dia, com a opinião de Graça Franco, Directora de Informação da Renascença, e de Francisco Sarsfield Cabral. O espaço Bola Branca está a cargo de Pedro Azevedo.

 Desporto e Debates

 Diariamente, entre as 19h e as 20h, acontece um espaço de debate onde todos concordam em discordar. Logo à segunda-feira, Rui Miguel Tovar, Manuel Cajuda e o jornalista Pedro Azevedo olham para o essencial da jornada desportiva. À terça, no Falar Claro, Vera Jardim e Nuno Morais Sarmento vão para lá do “quê” e olham para o “porquê” da política nacional. O grande debate sobre os temas europeus chega à quarta-feira, no Fora da Caixa, com Santana Lopes e António Vitorino. À quinta é dia do Conselho de Directores. Num registo bem-humorado, mas muito atento, Graça Franco, Henrique Monteiro e Pedro Santos Guerreiro descomplicam os temas que marcam a actualidade. A fechar a semana um olhar mordaz: o Comendador Marques Correia salta das páginas do Expresso e estreia-se na rádio.

Na Renascença estão as vozes que dão sentido ao mundo!

 

Anúncios
Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

RENASCENÇA INICIA COMEMORAÇÕES DAS APARIÇÕES DE FÁTIMA

aparicoes

A 100 dias da celebração do Centenário, a Renascença inicia a transmissão dos testemunhos de 100 personalidades que partilham a importância de Fátima nas suas vidas.

A partir de hoje, dia 2 de Fevereiro até dia 12 de Maio, diariamente na RENASCENÇA, de 2ª a 6ªfeira entre as 11h00 e as 12h00 e as 20h30 e as 21h00, sábados e domingos entre as 9h00 e as 10h00. Os testemunhos podem também ser vistos em vídeo no site da Renascença, em www.rr.pt

Foi há quase 100 anos que “a Senhora mais brilhante que o Sol” apareceu em Fátima a 3 pastorinhos. Para celebrar os 100 anos das Aparições de Nossa Senhora a Renascença transmite 100 testemunhos de vida e fé em antena, site, facebook e redes sociais.

As Vozes do Centenário é uma coprodução da Renascença com  o Santuário de Fátima, que terá disponível, em simultâneo, os conteúdos de som e vídeo em  http://www.fatima.pt/pt

Estas são as primeiras vozes do Centenário, hoje com o Professor Adriano Moreira 

2 de fevereiro, Professor Adriano Moreira

3 de fevereiro, jornalista Alberta Marques Fernandes

4 de fevereiro, sábado, 09h/10h, cantora e atriz Anabela

5 de fevereiro, domingo, 09h/10h, atriz Ana Brito e Cunha

6 de fevereiro, Padre António Rego

7 de fevereiro, diretor do Museu Nacional de Arte Antiga, António Filipe Pimentel

8 de fevereiro, António Pinto Leite, advogado

9 de fevereiro, a jornalista Aura Miguel

10 de fevereiro, atriz e apresentadora Catarina Furtado

11 de fevereiro, Catarina Martins, da Ajuda à Igreja que Sofre em Portugal

12 de fevereiro, atriz Eunice Muñoz

13 de fevereiro, Diretora de Informação da Renascença, a jornalista Graça Franco

14 de fevereiro, a médica e deputada Isabel Galriça Neto

15 de fevereiro, Isabel Jonet, Presidente do Banco Alimentar

16 de fevereiro, Padre João Aguiar

17 de fevereiro, sábado, 09h00, o animador de rádio João Chaves

18 de fevereiro, domingo, 09h00, Ex Pres. da Assembleia da República, João Mota Amaral

19 de fevereiro, o jornalista Joaquim Franco

20 de fevereiro, o apresentador Júlio Isidro

21 de fevereiro, a fadista Kátia Guerreiro

22 de fevereiro, Cardeal Patriarca de Lisboa, Dom Manuel Clemente

23 de fevereiro, Dir. Inovação social da Fundação EDP, Margarida Pinto Correia

24 de fevereiro, sábado, Matilde Sousa Franco, Historiadora

25 de fevereiro, domingo, Octávio Carmo,  Jornalista

26 de fevereiro, Paulo Rocha,  Jornalista

Mais informações aqui.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

O primeiro dia da nova Manhã da Renascença

o-primeiro-dia-manha-da-renascenca

A Rádio tem desde ontem uma nova Manhã, a Manhã da Renascença. Este é o novo programa que ocupa agora o horário nobre da estação, das 6h30 às 10h, de segunda a sexta-feira.

São três horas e meia de emissão onde marcam presença as notícias, o debate, a análise, a boa disposição e as respostas às questões que mais interessam aos ouvintes, tudo sob o comando de Carla Rocha.

Pelo estúdio e pela emissão passaram mais de uma dezena de jornalistas, comentadores e entrevistados.

Vieira da Silva, o ministro que gostava de um dia ter um programa de rádio, veio à boleia do Renato Duarte que foi fazendo reportagem no percurso e preparando terreno para a entrevista. O primeiro entrevistado de Carla Rocha e Miguel Coelho, explicou as contas do orçamento do seu ministério – o do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social – e conversou ainda sobre o futuro das reformas e sobre as contas do orçamento.

Uma emissão dinâmica e ritmada que contou com a opinião de Raquel Abecasis e Pedro Santos Guerreiro, a análise de Graça Franco, o debate entre Henrique Raposo e Jacinto Lucas Pires e a surpresa de ouvirmos Manuela Ferreira Leite a falar de tudo menos de economia e finanças.

Ao longo do programa houve ainda a surpresa do “Não temos Wi-Fi”, uma conversa entre duas pessoas sobre as coisas mais simples do mundo, mas que por vezes nos esquecemos, e também pelo “Economia das coisas”, um espaço do jornalista Paulo Pinto onde, com palavras simples, nos mostra o outro lado da   economia e porque é que nos devemos preocupar com as contas.

Tudo isto com muita música e uma conversa agradável entre todos os que marcaram presença neste primeiro dia da Manhã da Renascença, liderada pela Carla Rocha.

É neste ritmo intenso que o programa irá decorrer. Com opinião, entrevistas e reportagens. Sempre surpreendente.

Veja ou reveja aqui como foi.

 

 

18 Outubro 2016

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , ,

Renascença com novo formato e nova grelha

A partir de hoje, a Renascença assume um formato mais noticioso, com mais espaço para as notícias e em direto sempre que se justifique.

Com a alteração de formato e nova grelha, a Renascença pretende dar a melhor informação, primeiro e em profundidade, explicando os contextos da notícia, com coerência e independência, e com mais debates sobre o que verdadeiramente é importante para a vida de cada um.

rr-imagem-campanha-frame2Através de um registo bem-disposto e descomplicado, pretende-se simplificar a atualidade, transformando a antena num espaço integrador e agradável, onde a música tem também um papel determinante.

Com esta opção, a estação quer estar ainda mais próxima dos ouvintes e dos acontecimentos que os influenciam. Renascença a par com o mundo é por isso a nova frase de posicionamento.

Para este projeto, nos principais espaços, vão estar nomes reconhecidos da rádio, como Carla Rocha, Paulino Coelho, Óscar Daniel e os jornalistas Miguel Coelho, Sérgio Costa e José Pedro Frazão, Carlos Dias e Pedro Azevedo.

Na execução da nova grelha, contamos ainda com vários comentadores e analistas que nos vão ajudar a perceber o mundo. Logo de manhã, no programa conduzido por Carla Rocha, entre as 6h30 e as 10h, estará uma equipa alargada de comentadores que vão abordar e debater as questões mais relevantes do dia, como Pedro Santos Guerreiro, Raquel Abecasis, Henrique Raposo, Jacinto Lucas Pires, João Taborda da Gama e Francisco Assis. Miguel Coelho será o responsável pelas notícias e Carlos Dias pela informação desportiva, com Bola Branca.

GRANDE REPORTAGEM DE REGRESSO

A nova grelha da Renascença marca também o regresso da grande reportagem à antena. É no espaço das 12h, conduzido por Sérgio Costa e com opinião de Luís Santos, docente da Universidade do Minho. Todas as semanas, um tema da atualidade terá um olhar diferente e particular na antena da Renascença. O espaço das 12h marca ainda o regresso das grandes entrevistas a um dos horários nobres da rádio, numa parceria da Renascença com o jornal Público.

Como os ritmos de vida são cada vez mais diversos, o programa de fim da tarde da Renascença arranca às 17h e prolonga-se até às 20h30 e é conduzido pelo jornalista José Pedro Frazão. Um espaço marcado pelo essencial das notícias e análise do dia, com a opinião de Graça Franco, diretora de Informação da Renascença, e de Francisco Sarsfield Cabral. O espaço Bola Branca está a cargo de Pedro Azevedo.

MAIS DESPORTO E DEBATES

Diariamente, entre as 19h e as 20h, abrimos um espaço de debate onde todos concordam em discordar. Logo à segunda-feira, Rui Miguel Tovar, Manuel Cajuda e o jornalista Pedro Azevedo olham para o essencial da jornada desportiva. À terça, no Falar Claro, Vera Jardim e Nuno Morais Sarmento vão para lá do “quê” e olham para o “porquê” da política nacional. O grande debate sobre os temas europeus chega à quarta-feira, no Fora da Caixa, com Santana Lopes e António Vitorino. À quinta é dia do Conselho de Diretores. Num registo bem-humorado, mas muito atento, Graça Franco, Henrique Monteiro e Pedro Santos Guerreiro descomplicam os temas que marcam a atualidade. A fechar a semana um olhar mordaz: o Comendador Marques Correia salta das páginas do Expresso e estreia-se na rádio.

 MAIS MÚSICA PORTUGUESA

A música terá também um papel determinante neste novo formato, nomeadamente, a música portuguesa, que será protagonista entre as 13h e as 17h, com Paulino Coelho. Por este espaço vão passar músicos, bandas e cantores que vão tocar ao vivo e conversar com Paulino Coelho.

A música e conteúdos mais descontraídos vão também ter destaque especial entre as 5h00 e as 6h30, com Renato Duarte, entre as 10h00 e as 12h00, com Carlos Bastos, e entre 20h30 e as 22h30, com Júlio Heitor.

A madrugada arranca com Sónia Santos, com um programa interativo onde se pretende escutar os ouvintes sobre os temas que marcam a atualidade, e prossegue com Isabel Pereira.

NOVIDADES AO FIM DE SEMANA

Ao fim-de-semana três grandes destaques: aos sábados o Em Nome da Lei, entre as 12h e as 13h. Um programa conduzido pela jornalista Marina Pimentel onde se discutem os grandes temas da justiça e da produção legislativa que influenciam a vida dos portugueses. Aos domingos, Oscar Daniel conduz o Porta Aberta, um programa de cariz religioso com o relato de experiências de quem se dedica aos mais necessitados e, entre as 12h e as 13h, um espaço de debate da atualidade com o jornalista José Bastos.

A noite de domingo conta ainda com uma estreia. Aura Miguel, a vaticanista da Renascença, vai conduzir um espaço de entrevistas com testemunhos de pessoas que ajudam a transformar o mundo.

A equipa de Direcção que conduz este novo projeto conta com Graça Franco, diretora de Informação; Dina Isabel, diretora-adjunta de Programação; Raquel Abecasis, diretora-adjunta de Informação; e Pedro Leal, que assume agora a Direcção-Geral de Produção do canal Renascença. Este jornalista teve, nos últimos anos, na qualidade de diretor-adjunto de Informação, a responsabilidade da área digital do canal Renascença.

De acordo com Pedro Leal “A juntar à credibilidade e rigor a que a Renascença tem habituado o seu público, estará o caracter descontraído e o discurso positivo e bem-disposto dos seus profissionais que, juntamente com a música, vão ajudar a transformar a antena num espaço integrado e coeso, onde se explica a realidade, com um registo de proximidade”.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
%d bloggers like this: