Tag Archives: Presidente da República

Jornalista da Renascença condecorada com a principal Ordem honorífica de Timor-Leste

Anabela GóisA jornalista e repórter da Renascença, Anabela Góis (foto), foi distinguida com a Ordem de Timor-Leste, atribuída pelo Presidente da República, Taur Matan Ruak.

A Ordem de Timor-Leste é a principal condecoração em ordem honorífica daquele país e destina-se a reconhecer e agradecer aos nacionais e estrangeiros, que, pelo seu comportamento ou por atos praticados, tiveram um contributo significativo em benefício do país, dos timorenses ou da humanidade.

Esta distinção vem reconhecer a importância que os jornalistas tiveram na denúncia da opressão a que os timorenses estavam sujeitos durante a ocupação da Indonésia.

Anabela Góis foi uma das repórteres da Renascença que, sobretudo, na segunda metade da década de 90 esteve várias vezes em Timor, dando conta dos acontecimentos e dos problemas que o país enfrentava na luta pela independência.

O Presidente da República de Timor-Leste referindo-se aos jornalistas elogiou o “papel de divulgação sobre o que se passava em Timor, a começar pelo massacre de Santa Cruz – cujas imagens foram conhecidas graças à coragem dos jornalistas e foi a imprensa que alertou o mundo para o que se passava neste pequeno território”.

A cerimónia de condecoração realizou-se ontem em Díli e a jornalista Anabela Góis destaca que “Foi uma cerimónia carregada de emoção”. E acrescenta “Foram homenageadas pessoas que deram contributos muito diversos, mas sem os quais Timor não teria concretizado o sonho de ser um país independente”. Foi particularmente tocante o momento em que foram distinguidos os estafetas, pessoas simples mas com muita imaginação e que durante a ocupação e com risco da própria vida levavam as mensagens entre os guerrilheiros, mantendo viva a resistência à Indonésia”, sublinha.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , ,

Concerto dos 80 anos da Renascença com Andrea Bocelli esgota MEO Arena

Bocelli

Realiza-se amanhã, no MEO Arena, o concerto de Andrea Bocelli – com actuação inédita de Ana Moura – que assinala o início das comemorações dos 80 anos da Renascença.

O Cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, e o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, são duas presenças em destaque, entre as muitas dezenas de individualidades que quiseram associar-se à celebração do aniversário da Renascença, que no próximo dia 10 de Abril completa 80 anos de actividade.

 O Presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e a Ministra da Presidência, em representação do Primeiro-ministro (ausente no estrangeiro) também estarão presentes, assim como os antigos Presidentes da República, Ramalho Eanes, Jorge Sampaio e Cavaco Silva, para além do Chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas, do Presidente da Câmara de Lisboa e de representantes partidários, entre os quais, a Presidente do CDS, Assunção Cristas.

Ao lado de D. Manuel Clemente, muitos outros Bispos assistirão ao concerto comemorativo dos 80 anos da Renascença, designadamente o Arcebispo de Braga, D. Jorge Ortiga, o Bispo do Porto, D. António Francisco dos Santos, e também o Núncio Apostólico em Portugal, D. Rino Passigato.

O Presidente da República estará disponível para falar com a Comunicação Social às 21h00, na entrada para o recinto, antes do concerto de Andrea Bocelli, com a participação especial de Ana Moura.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Renascença encerra as comemorações dos 75 anos em Fátima

O Encontro Anual da Conferência Europeia de Rádios Cristãs nos próximos dias 10, 11 e 12 de Outubro, em Fátima, e a Peregrinação Internacional Aniversária, presidida por D. José Policarpo, dia 13 de Outubro, encerram um grande ano de celebrações e eventos, para comemorar os 75 anos da Renascença.

Para assinalar a efeméride, a Emissora Católica Portuguesa criou diversas iniciativas, de carácter religioso, social e cultural, que reforçam o papel insubstituível da Renascença no panorama mediático em Portugal.

Esse mesmo reconhecimento levou o Presidente da República a atribuir o título de Membro Honorário da Ordem de Mérito à Renascença, primeiro órgão de comunicação privado a ser condecorado, elogiando a capacidade para “conciliar duas exigências nem sempre coincidentes”: “a adaptação ao ritmo vertiginoso do tempo” e a “preservação da sua matriz fundadora e da sua marca identitária”.

Em dia de aniversário, a rádio andou pelas ruas de Lisboa, com uma emissão especial num estúdio móvel e realizou uma Sessão Solene na Universidade Católica, com a presença de muitas figuras da vida pública portuguesa. Dois grandes concertos, no Porto e em Lisboa, levaram 23 mil pessoas a festejar o aniversário da Renascença e a música de Rui Veloso, Dulce Pontes e James no Estádio do Bessa, bem como as vozes de José Carreras e Carminho no Pavilhão Atlântico.

Neste ano de comemorações houve espaço para debates alargados e entrevistas, o colóquio “O meio rádio e os 75 anos da Rádio Renascença”, o lançamento do livro “Renascença 75 Anos”, sem esquecer o Vinho Quinta do Côtto 75 anos Renascença ou a lotaria comemorativa dos 75 anos da Renascença. A sensibilização ambiental e as questões da sustentabilidade estiveram na origem da plantação de 75.000 árvores, projecto conjunto da Renascença, Rock in Rio-Lisboa e Oryzon Energias.

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , ,
%d bloggers like this: