Tag Archives: Renascença

RFM REFORÇA LIDERANÇA

Imagem RFM numero 1

Aumento de Share e de Reach Semanal consolidam liderança da RFM e do Grupo Renascença Multimédia

Bareme Rádio Marktest, Junho 2017   

A RFM lidera as audiências de rádio em Portugal com 16,2% de AVV e aumenta o valor de Reach Semanal para 34,6% e de Share para 24,6%.

Nesta vaga, destaca-se também a subida significativa da RFM na Grande Lisboa, atingindo o valor de 14,8% de AAV e o excelente resultado no Grande Porto com 16,4%.

No ranking das rádios informativas, a Renascença mantém a liderança em todos os indicadores de audiência e aumenta o valor de Share para 6,5%.

A Renascença aumenta significativamente a sua audiência nos Quadros Médios e Superiores.

Entre as rádios mais jovens, a MEGA HITS lidera a nível nacional. Aumenta a sua audiência sobretudo no Grande Porto e no Litoral.

A Rádio SIM mantém nesta vaga os seus valores de Audiência Acumulada de Véspera e de Share, subindo o valor de Reach Semanal. Continua a liderar ranking nacional do tempo médio de escuta por ouvinte, com 3 horas e 6 minutos.

Com os resultados das suas rádios, o Grupo Renascença Multimédia lidera o mercado de rádio em Portugal aumentando o valor de Reach Semanal para 48,2% e de Share para 35,3%. A Audiência Acumulada de Véspera do grupo atinge o valor de 23,6%.

 

Com as etiquetas , , , , , , ,

Renascença lidera no digital

desktop_dispositivos_digitais_press_14_07_2017

Estudo Netscope Junho 2017

A Renascença reforça o 1º lugar de visitas entre os sites de rádios em Portugal, subindo 16%.

Com 3 milhões 573 mil  e 449 visitas em Junho, a Renascença é a rádio com maior alcance digital, de acordo com os últimos dados de Junho, do Netscope, da Marktest.

Este valor distancia a Renascença em mais de 1 milhão e 100 mil visitas relativamente à sua principal concorrente, no ranking das rádios informativas.

Esta é uma liderança consistente já que Renascença é líder das rádios no estudo Netscope desde Maio de 2011.

A estratégia da Renascença para o digital tem sido clara, com uma forte aposta em reportagens e conteúdos próprios para estas plataformas, tendo já recebido várias distinções e prémios.

O Grupo Renascença Multimédia líder histórico de audiências de rádio em Portugal assume também uma posição de protagonismo semelhante no mundo digital.

 

Com as etiquetas , , , , , , ,

UMA EMISSÃO GLOBAL DA RÁDIO PORTUGUESA – TODAS AS RÁDIOS JUNTAS POR TODOS

IMAGEMpress_final

Centenas de rádios portuguesas unem-se hoje, no MEO ARENA, numa emissão única e inédita, que inclui a transmissão em direto e em simultâneo do Concerto Solidário JUNTOS POR TODOS de homenagem às vítimas dos fogos florestais.

A emissão conjunta de rádio, em FM, AM e Digital, tem início às 20h10 e é apresentada por 4 pivôs, António Macedo (Antena 1), Carla Rocha (RR), Nilton (RFM) e Vasco Palmeirim (Rádio Comercial). As rádios terão ainda repórteres em todo o recinto para trazer à emissão tudo o que vai acontecendo ao longo da noite.

ANTENA 1, MEGA HITS, M80, Rádio Comercial, Rádio SIM, RDP África, RENASCENÇA, RFM   e centenas de rádios associadas da APR (Associação Portuguesa de Radiodifusão) e da ARIC (Associação de Rádios de Inspiração Cristã) juntam-se numa emissão global em direto do MEO ARENA, a partir das 20h10.

São 25 os artistas, com as respetivas bandas que se juntam para ajudar: AGIR, Amor Electro, Ana Moura, Aurea, Camané, Carlos do Carmo, Carminho, D.A.M.A, David Fonseca, Diogo Piçarra, Gisela João, Hélder Moutinho, João Gil, Jorge Palma, Luísa Sobral, Luís Represas, Matias Damásio, Miguel Araújo, Paulo Gonzo, Pedro Abrunhosa, Raquel Tavares, Rita Redshoes, Rui Veloso, Salvador Sobral e Sérgio Godinho.

Em momentos de grande sofrimento e necessidade, a Comunicação Social, nomeadamente rádios e televisões, asseguram a mobilização de todos os portugueses em torno de uma causa nacional que emociona um país inteiro.

Hoje, 27 de Junho, Portugal vai unir-se num mesmo evento, homenageando as vítimas e ajudando todos os que, tragicamente, se viram envolvidos neste drama de dimensão nacional. Todas as receitas são entregues à União das Misericórdias Portuguesas e revertem na sua totalidade para o apoio às vítimas da catástrofe e reconstrução das áreas afetadas.

UMA EMISSÃO GLOBAL DA RÁDIO PORTUGUESA

Um único estúdio, uma única emissão!

TODAS AS RÁDIOS JUNTAS POR TODOS

 

Com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Reportagem da Renascença sobre refugiados recebe prémio internacional

premio RR Migration Media Award

A reportagem da RenascençaEncalhados no Quintal da Europa” recebeu ontem, em  La Valetta, o prémio europeu “Migration Media Award“, na sua primeira edição, na categoria rádio.

O prémio tem como objetivo premiar a “excelência jornalística” em reportagens sobre as migrações no Mediterrâneo e é uma iniciativa do Centro Internacional para as Políticas de Desenvolvimento das Migrações (ICMPD, na sigla original), com apoio da presidência de Malta da União Europeia.

O trabalho da Renascença é assinado pela jornalista Catarina Santos, enviada à Grécia em 2016 para reportar a situação de migrantes e refugiados retidos na ilha de Lesbos e em Antenas, depois da entrada em vigor do acordo da União Europeia com a Turquia, que determinava a deportação de migrantes. Conta ainda com o trabalho gráfico e de pós-produção de Rodrigo Machado, coordenação de Maria João Cunha e Pedro Rios, desenvolvimento de Tânia Barreira e produção web de Luís Alves.

Este prémio permite o desenvolvimento da história contada no primeiro trabalho, financiando uma nova reportagem sobre o tema.

“Este tipo de reportagem tem grande valor para a causa do jornalismo de interesse público. Derrama uma luz poderosa sobre os desafios humanitários e políticos da recente ‘crise migratória’. Os autores levantam questões que não podem ser ignoradas e desafiam aqueles que se apresentam com respostas fáceis”, diz Adan White, membro do júri e da Ethical Journalism Network.

O juri internacional, composto por jornalistas séniores, elegeu a reportagem da Renascença entre 120 candidaturas internacionais, a par de outros dezasseis trabalhos, em quatro categorias, publicados em países como o Egipto, Itália, Argélia, Reino Unido, França, Marrocos ou Alemanha. A lista de trabalhos distinguidos pode ser consultada aqui.

Com as etiquetas , , , , , , , ,
%d bloggers like this: